You are currently viewing Este arquivo de design traz flyers de festas rave pelo mundo

Este arquivo de design traz flyers de festas rave pelo mundo

  • Post category:Notícias

Site The Rave Preservation Project reúne, desde 2013, milhares de itens da produção gráfica em torno da música eletrônica

O nome rave é geralmente utilizado para se referir a um tipo de festa de música eletrônica que se caracteriza pelas suas grandes proporções. Geralmente, eventos desse tipo são realizados em grandes áreas abertas, como fazendas, ou então em amplos galpões.

São festas de longa duração, que costumam durar mais de 12 horas. O termo passou a ser empregado com esse sentido a partir da década de 1980.

Além da produção musical, as festas de música eletrônica também são um campo de experimentação gráfica. Designers buscam traduzir em imagens dispostas em panfletos e pôsteres de divulgação o espírito libertário e hedonista, assim como o desapego, e mesmo desapreço, a convenções que caracterizam até hoje esse tipo de eventos.

Desde 2013, o americano Matthew Johnson coleta e arquiva panfletos usados na promoção das raves, em um projeto intitulado The Rave Preservation Project, em que as imagens são disponibilizadas online.

Segundo informações publicadas em agosto de 2018 no site focado em música eletrônica Mixmag, Johnson passou a receber doações de várias partes do mundo e possui hoje um acervo de 40 mil panfletos de 23 países.

“Desde o princípio, eu decidi e deixei claro que eu não era um colecionador. Eu estava evocando o papel de um arquivista e a meta era e sempre será proteger e preservar a memorabilia no arquivo”, afirmou Johnson ao site.

À Mixmag, Johnson afirma que “uma coisa pequena como um flyer que pode ter feito com que alguém fosse a um evento com quantidades imensuráveis de energia positiva é algo que vale a pena preservar”.

O site da inicitativa afirma que o projeto busca “assegurar que flyers e pôsteres de raves passem por uma curadoria e sejam armazenados em um ambiente saudável”, evitando que sejam descartados, rasgados ou destruídos de outras formas.

Os documentos são armazenados em um ambiente climatizado, afirma o site. A iniciativa reúne panfletos de diversas partes do mundo, e tem uma galeria organizada por país.

Há imagens de países latino-americanos, como Chile e México, mas, até a publicação deste texto, em março de 2019, não havia pôsteres do Brasil.

No arquivo, é possível visualizar panfletos simples, criados a partir de obras pré-existentes, como essa pintura de Hireonymous Bosch utilizada em 1991 na divulgação da festa Eden, em Hampshire, na Inglaterra.

Muitas das obras se apropriam de logotipos de empresas, como este panfleto abaixo, da festa Coke II, realizada em 1992 em Los Angeles, nos Estados Unidos.

Outros são formados, no entanto, a partir de imagens completamente originais, como esse da festa Stamina, realizada em Oxford, na Inglaterra – o ano não é especificado.